África Race: etapa 07 - um dia muito quente e uma acidente incrível

Após o cancelamento da 6ª especial, devido à ausência dos helicópteros que ficaram em Dakhla devido às más condições climatéricas, a corrida voltou à pista na AFRICA ECO RACE 2

10/01/2019 - 15:08:49

 

 

Esta primeira etapa real na Mauritânia entre a Estação do Norte e Chami foi longa, com 481km, e estava indo bem até a chegada dos dois primeiros carros. Infelizmente, ao passar pela linha do cronômetro, os buggys n° 202 e 211 colidiram um com o outro (vídeo abaixo). Se os quatro competidores milagrosamente saíram sem ferimentos graves, os dois buggys foram totalmente destruídos. Este espetacular acidente que aconteceu apenas a 2 km do acampamento, abalou a caravana AFRICA ECO RACE. Devemos dizer que os resultados do dia não eram a prioridade, mesmo que esse acidente altere seriamente o ranking.

 

 

Se houve uma que ficou feliz na chegada, é Simone AGAZZI quem venceu essa etapa com sua moto HONDA. Com uma navegação perfeita, o piloto italiano ficou à frente do Pal Anders ULLEVALSETER por 2min21seg. Já o norueguês alcançou rapidamente Alessandro BOTTURI, que foi o primeiro na pista. Os dois primeiros no ranking geral correram juntos, muito rápido, e é isso que nos permite dizer que foi um feito incrível o do italiano. Nos líderes, o BOTTURI está na frente com 5min15seg de vantagem sobre ULLEVALSETER.

 

Mesmo que saíssem com duas horas de atraso, tempo para pegar os helicópteros do Marrocos para a Mauritânia, a etapa de auto especial estava indo bem em uma pista de 100% de areia, sem grandes dificuldades. A quantidade de pessoas presentes na chegada localizada perto do bivouac, estava ansiosa para ver chegar em primeiro lugar o Buggy amarelo OPTIMUS de Dominique LAURE e Christophe CRESPO, seguido de perto por Sergey e Aleksandr KUPRIANOV, também num OPTIMUS.

 

 

Especialmente, a imagem dos dois buggies que chegavam correndo no horizonte seria impressionante. Infelizmente, devido a uma falsa manobra na poeira, os dois carros colidiram. Neste exato momento, os carros estavam em alta velocidade, e a colisão jogou-os em várias capotadas. Uma cena absolutamente irreal, que felizmente não teve consequências físicas nos 4 competidores. Por outro lado, para o ranking, é uma catástrofe completa para Dominique LAURE e Christophe CRESPO que venceram a especial e, portanto, aumentaram seu tempo à frente de Jean-Pierre STRUGO e Francois BORSOTOO, apenas 5º a 21min12seg'. Infelizmente, o Buggy N ° 211 foi totalmente destruído e eles não serão capazes de seguir na prova. E mesmo que o carro pudesse ser consertado, o fato de eles não passarem pelo ponto de chegada faria com que eles perdessem o primeiro lugar com uma penalidade da organização. Portanto, a vitória do dia ficou com o OPTIMUS de David GERARD e Pascal DELACOUR.

 

 

Elisabete JACINTO, Jose MARQUES e Marco COCHINHO terminam na 5ª posição na categoria carro / caminhão. O trio dos portugueses está à frente dos belgas Igor BOUWENS, Tom DE LEUW e IVECO de Ulrich BOERBOOM por 9min30seg, bem como Tomas TOMECEK e seu TATRA por aprox. 20 minutos. No ranking geral, Elisabete é o 6º no ranking geral de carros / caminhões.

 

Nesta quinta, o ÁFRICA ECO RACE tomou a direção de Atar com um setor especial de 445 quilômetros. Os competidores encontrarão suas primeiras dunas cruzando-se com desafios e paisagens, como apenas a Mauritânia pode oferecer no final do estágio.

 

Foto + Fonte/informações: Site Oficial – África Eco Race

 

 

 

 

Últimos Posts

19/03/2019 - 22:23:46

Rally Minas Brasil - Brasileiro de Rally Baja largou em Patos de Minas

19/03/2019 - 22:17:33

Mpumalanga 400 atuais campeões saem na frente da temporada sul-africana

19/03/2019 - 22:10:36

Rally Minas Brasil: técnica, competitividade e organização de primeiro nível

15/03/2019 - 16:23:22

Rally Minas Brasil traz muitas novidades para a temporada 2019

 

Publicidade